O Corinthians ficou no empate por 0 a 0 com o Atlético Goianiense e deu adeus a Copa do Brasil. Com a derrota, o Timão chegou a terceira eliminação na temporada. Por conta desses fracassos, muito se fala em reforçar o clube e Sylvinho falou sobre isso em entrevista coletiva.

“Em relação a reforços a gente está alinhado com a diretoria. São quatro jogos e eu tenho só 15 dias, ainda que conheça muito bem o clube. Mas, enfim, é uma aresta que é superior e nós vamos continuar e seguir trabalhando”, explicou.

O treinador mostrou que, no momento, não pensa em reforços e sim em continuar o trabalho que vem sendo feito, mesmo sem novos nomes. Além disso, Sylvinho revelou que a comissão técnica está bem alinhada com o pensamento da diretoria.

“Na verdade temos trabalhado forte todos os dias, bastante tempo, e é o que tem que ser feito. A diretoria sabe, eles conhecem o elenco, nossa situação… estamos alinhados, sabem onde podemos tocar em cada circunstância… quando tiver que se manifestar, nós vamos”, respondeu o treinador.

Com pouco mais de duas semanas no clube, Sylvinho dirigiu o Corinthians por quatro jogos. Com uma grande maratona e jogos em sequência, o treinador disse que o time não tem apenas 11 jogadores titulares.

“Estou contente com a entrega, determinação e raça desses jogadores, mas nós precisamos de mais que isso. Precisamos e vamos trabalhar em busca disso, é o que eu tenho colocado, obviamente o Corinthians não tem só 11 titulares, são jogadores que vão buscando sua posição e nós vamos buscando os links ideais e nós vamos procurando isso. É para isso que a gente trabalha”, falou Sylvinho.

Após a terceira eliminação na temporada, o Corinthians só joga o Brasileirão no resto da temporada. Sobre isso, Sylvinho falou e prometeu entregar uma posição digna do clube no final da temporada.

“Temos o Brasileiro, que é um campeonato duro e muito difícil. Temos que competir, ser dignos e firmes. Trabalhar na construção e buscar performance e resultados melhores. Temos que dar um passe pra frente, com trabalho, dedicação, entrar em campo e correção. É comportamento, vamos lutar com isso insistentemente e fazer um Campeonato Brasileiro digno de Corinthians.”