Corinthians aceita proposta da Coreia, mas Inter faz exigência para liberar Gustagol

Em meio à crise financeira, o Inter tem boas chances de receber um valor importante pelo atacante Gustavo, conhecido como Gustagol. O Jeonbuk Motors, da Coreia do Sul, apresentou uma proposta ao Corinthians, dono dos direitos do centroavante, e a oferta já foi aceita pelo presidente corintiano Andrés Sanchez. Porém, a direção colorada exige um valor maior para liberar o atleta.

Dono de 15% dos direitos econômicos do jogador de 26 anos, o Inter só aceita fazer negócio se os coreanos pagarem a multa rescisória estipulada no contrato, de US$ 3 milhões (R$ 15,7 milhões). Se isso ocorrer, o Colorado terá direito a R$ 2,3 milhões.

Gustagol foi contratado pelo Inter em fevereiro por empréstimo até dezembro. Além disso, os colorados compraram o percentual do atleta por R$ 1,5 milhão. Conforme o acordo firmado, caso não seja paga a cláusula de rescisão, a direção colorada tem o poder de vetar qualquer transferência, se os valores forem considerados baixos.

A primeira proposta do Jeonbuk Motoros gira em torno de R$ 13 milhões. Neste cenário, o Inter teria direito a no máximo R$ 1,95 milhão. Considerando o valor investido pelo clube, o lucro colorado com o jogador seria de R$ 450 mil. Porém, se os coreanos pagarem a multa exigida, o ganho subiria para R$ 800 mil.

Após a primeira recusa colorada, as partes envolvidas aguardam que os coreanos apresentem uma nova oferta.

Os direitos do Gustagol estão divididos entre Inter (15%), Corinthians (30%), Criciúma (35%) e Taboão da Serra (20%).

error: