Firme na política de diminuição de gastos, o Corinthians não tem pressa para definir a situação da dupla Otero e Jemerson, cujos contratos se encerram em junho, e tampouco para a contratação de reforços.

A tendência é de que a dupla saia e que novos jogadores demorem a ser contratados. Até o momento, o Corinthians não se reforçou em 2021.

– Vamos falar do Jemerson: contrato vence em junho. Não resolvemos o que vamos fazer, vamos aguardar o que fazer mais perto da data. Na posição dele, temos outros cinco centrais de defesa. Não teria que repor ninguém. No caso do Otero, tem a meninada que subiu da base. É o que estamos tentando. Acho que deve ficar da base. Não significa que não vamos trazer ninguém. Mais perto do Brasileiro, podemos pensar – disse o diretor Roberto de Andrade, lembrando de Gil, João Victor, Raul, Bruno Méndez e Léo Santos para a zaga.

Já o gerente de futebol Alessandro Nunes foi questionado se as contratações poderiam acontecer para a disputa do Campeonato Brasileiro. Ele preferiu não traçar um prazo.

– Temos janela se abrindo no meio do ano, pode existir movimentação no meio do ano e isso se estende a chegadas e saídas. Temos quase 40 atletas no grupo, quase metade da base. Estamos avaliando um período mais curto. Dois atletas com fim de contrato em junho, renovações sendo tratadas. Entendemos a ansiedade do torcedor, temos seguranças nas nossas decisões. Tomamos elas em conjunto, sempre em benefício do Corinthians. Prazo é difícil de estabelecer – analisou.

Alessandro também voltou a deixar claro que não há definição sobre Otero e Jemerson.

– Na verdade, o Roberto disse: ainda não foi definido. A questão é clara. Não decidimos sobre permanência ou não. Para falar sobre valores, custo-benefício, rendimento técnico, passaria por uma decisão nossa. Estamos respeitando o prazo do contrato e deixar o tempo mostrar. Continuamos com a meta de diminuir a folha. Absorver qualidade técnica e elenco. Prazo tranquilo e seguro para decidir oportunamente – completou.

A intenção do Corinthians é se manter em 2021 com o sucesso dos garotos da base que subiram ao time profissional. Já classificado para o mata-mata do Paulistão, o Timão volta a campo nesta quinta-feira pela Copa Sul-Americana, contra o Peñarol, do Uruguai, na Neo Química Arena.