SAO PAULO, BRAZIL - FEBRUARY 12: Luan of Corinthians looks on during the match against Guarani PAR for Libertadores 2020 Qualifications at Arena Corinthians on February 12, 2020 in Sao Paulo, Brazil. (Photo by Alexandre Schneider/Getty Images)

“Luan está p…”

Foi dessa forma que uma pessoa próxima a Luan definiu a reação do jogador após o apito final da vitória do Corinthians por 3 a 1 contra o Ceará, na Neo Química Arena, neste domingo. Foi o quarto jogo consecutivo que o meia nem saiu do banco de reservas.

Luan só assistiu a 102 minutos contra o Cuiabá, 94 contra o Flamengo, 99 contra o Santos e os 97 da partida de domingo, contra o Ceará. Sua última participação, aliás, foi por apenas nove minutos, na derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG, no dia 17 de julho. Há um mês.

Durante os acréscimos do segundo tempo do jogo, Luan foi flagrado pelas câmeras da TV Globo com cara fechada no banco (veja a imagem abaixo). Sylvinho gastou quatro das cinco substituições a que tem direito por jogo com as entradas de Renato Augusto, Mateus Vital, Marquinhos e Xavier.

O portal ge também ouviu que o jogador está muito incomodado com a situação. A palavra “chateado” também foi usada para definir o seu sentimento. Nas últimas semanas, o camisa 7 teve uma conversa particular com Sylvinho e disse que sentia que seu futebol ia crescer com a chegada dos novos jogadores.

Apesar da revolta, Luan não quer deixar o Timão. Torcedor do Corinthians declarado, ele diz a amigos que vive um momento especial na carreira e que quer ganhar títulos com a camisa do Timão.

Contratação mais impactante da temporada passada, Luan começou titularíssimo com Tiago Nunes, mas aos poucos foi perdendo espaço. Manteve-se em baixa com Coelho e em boa parte do trabalho de Vagner Mancini. Depois de ir à público reclamar da reserva, ganhou chance e ensaiou um movimento de evolução com o time no 3-5-2. Com a queda de Mancini, voltou a jogar mal.

Mesmo assim, foi titular nas duas partidas contra o Atlético-GO na Copa do Brasil e em mais quatro rodadas de Brasileirão. Perdeu o espaço com o retorno do centroavante Jô para a escalação inicial. Como já fez sete jogos no Brasileirão, aliás, não pode se transferir dentro da Série A.

Em entrevista coletiva na noite de domingo, Sylvinho falou mais uma vez sobre a falta de oportunidades ao jogador. O técnico disse que Luan ainda está nos seus planos.

– Grandes atletas podem jogar juntos, sem problemas, a história mostra isso. Quando eu falo que o Luan está treinando bem é pela pergunta, mas todos os atletas estão treinando muito bem. Existe um processo natural, inclusive com a chegada de Giuliano e Renato, de competitividade dentro do elenco nos treinos que é muito saudável. Todos ganham. Luan e os demais atletas estão treinando bem.

– Luan teve um processo muito bom conosco de falso 9, ele tem mobilidade, qualidade técnica e conexão, daí a importância dele jogar com atletas que ele conhece e de boa qualidade, também. Em determinado momento teve uma lesão, Jô assumiu um pouco não o falso 9, mas um 9 reciclado, que tem dado bastante resultado. Luan com a qualidade que tem pode voltar a jogar de falso 9 ou no meio-campo, onde sempre rendeu. Uma questão de processo, de crescimento, de continuidade e estamos dando. Estão abertas as possibilidades que temos. Há pouco tempo o Adson não jogava, e o Luan teve seu processo e todos estão tendo – minimizou Sylvinho.

A diretoria do Corinthians toparia negociar o meia. Como o jogador tem alto salário e não tem atuado com Sylvinho, o clube discute até a possibilidade de encontrar uma equipe capaz de tê-lo por empréstimo, mas pagando a totalidade dos vencimentos.